| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

JORNAL AMATA
Desde: 13/06/2001      Publicadas: 1101      Atualização: 19/08/2019

Capa |  Altamira  |  AMATA ASSOCIE-SE  |  Castelo de Sonhos  |  Desmatamento na Amazônia  |  ECOLOGIA  |  Educação Ambiental  |  ESPORTES  |  Hidrelétrica de Belo Monte  |  HIDRELÉTRICA DO TAPAJÓS  |  Opinião  |  Política  |  Poluição  |  SAUDE  |  Transamazônica  |  Turismo no Xingu


 Hidrelétrica de Belo Monte

  09/05/2013
  0 comentário(s)


Índios e procuradores foram surpreendidos por ordem de despejo em Belo Monte, diz MPF

Os indígenas que ocupam o canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte desde o último dia 2, a Funai (Fundação Nacional do Índio) e o MPF (Ministério Público Federal) foram "surpreendidos pela ordem de despejo", nesta quinta-feira (9), por conta da decisão de reintegração de posse emitida pelo TRF1 (Tribunal Regional Federal da 1ª região).

Índios e procuradores foram surpreendidos por ordem de despejo em Belo Monte, diz MPF




A informação foi divulgada pelo próprio MPF no Pará em nota oficial. Nela, a instituição informou que pedirá à Justiça Federal a suspenção da reintegração, porque considera que as negociações tinham sido iniciadas e a manifestação é pacífica. Na nota, a instituição diz ainda que pediu que o governo federal prossiga as negociações com os índios e salientou que a ordem pela reintegração, de ontem às 22h39, não considerou que representantes do governo haviam estado no canteiro ontem negociando com os acampados.
Um delegado da Polícia Federal já leu a ordem de desocupação da área aos índios, acompanhado de dois oficiais de Justiça. Segundo a PF, policiais militares de Altamira e 40 homens da Força Nacional de Segurança estão à disposição para auxiliar na desocupação, caso seja necessário.
De acordo com o MPF, a Funai havia informado que os índios estavam debatendo contrapropostas para encaminhar ao governo federal, mas foram surpreendidos com a ordem de despejo já na madrugada de hoje.
Advogado que pediu reintegração de posse é marido de delegada da PF
A decisão da desembargadora Selene Almeida se baseou em grande parte em um relatório feito pela Polícia Federal de Altamira, que é datado do último domingo (5) e não está atualizado com as informações mais recentes, como a evolução das negociações. O relatório policial contradiz as informações da Funai e mostra uma situação de risco na ocupação, segundo a nota do MPF.
"Preocupa o MPF a possibilidade de a desembargadora ter decidido sem as informações atualizadas fornecidas pela Funai, que tinha sido designada pela própria Justiça Federal para acompanhar e relatar a situação nos canteiros. A presença de crianças no acampamento é outra razão para o máximo de cautela na operação.
O MPF também está preocupado com a condução da operação de reintegração de posse, já que a chefe da PF em Altamira, responsável pelo relatório feito à Justiça, é casada com o advogado da Norte Energia S/A Felipe Callegaro Pereira Fortes, autor do pedido de reintegração de posse. No agravo feito ao TRF1, o advogado chega a citar o relatório da PF, assinado pela sua esposa", cita trecho da nota do MPF.
Ampliar

Greenpeace sobrevoa Belo Monte e mostra impacto da obra13 fotos
5 / 13
Greenpeace faz sobrevoo dos canteiros das obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Na foto, obras do canal da usina, próximo de Altamira Daniel Beltra/Greenpeace
Ordem para reintegração saiu ontem às 22h39
Um delegado da Polícia Federal do Pará e dois oficiais de Justiça chegaram por volta das 11h desta quinta-feira (9) ao canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, na região de Altamira, para cumprir a ordem de reintegração de posse no local determinada pelo TRF-1.
A decisão pela reintegração foi emitida às 22h39 dessa quarta-feira (8) e atendeu pedido feito pela empresa Norte Energia S/A. Policiais militares e 40 oficiais da Força Nacional de Segurança também foram disponibilizados para a medida, caso os cerca de 160 índios de seis etnias, além de ribeirinhos e pescadores, no canteiro desde o último dia 2, não aceitem sair do local pacificamente. A informação sobre o efetivo de apoio é da PF.
"A intenção é cumprir a reintegração ainda hoje, imediatamente, como normalmente são cumpridas essas decisões. Caso haja resistência, o comando da PF deve se reunir com o comando da FNS e da PM, mas a intenção é esgotar de todas as formas as possibilidades de diálogo para que a ação seja pacífica", informou a assessoria da PF em Belém.
Os ocupantes reivindicam a consulta prévia e a suspensão de estudos e obras de barragens que afetam suas terras. As consultas prévias são previstas na Convenção 169 da OIT (Organização Internacional do Trabalho).
O MPF no Pará informou, por meio da assessoria de imprensa, já ter ciência da decisão, mas não anunciou qual medida jurídica será tomada em relação a ela. A estimativa dos procuradores é que a reintegração seja realizada até o final desta manhã; a procuradora Thais Santi foi designada para acompanhar a ação.
De acordo com a decisão do tribunal, também ficará a cargo da força policial admitir a entrada de jornalistas, advogados e observadores externos no local. Além disso, o MPF pediu à Justiça Federal a permissão da presença desses profissionais, além da entrada de produtos, alimentos e utensílios essenciais à subsistência, por avaliar que o protesto é pacífico.
Segundo o Conselho Indigenista Missionário, há relatos de operários do canteiro de obras de Belo Montes segundo os quais o Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM) "já estaria mobilizando os trabalhadores para retornarem nos turnos da madrugada e da manhã no sítio Belo Monte, ocupado por indígenas".
Governo disse que não negociaria com invasores
Em nota divulgada na última segunda (6), a Secretaria-Geral da Presidência da República informou que não iria negociar com índios que ocupam um dos canteiros de obras da usina.
"Para a Secretaria-Geral, as condições apresentadas pelas autodenominadas lideranças mundurukus são insinceras e inaceitáveis. Só após a retirada dos invasores dos canteiros de Belo Monte iniciaremos um diálogo para estabelecer condições mútuas de negociação, com o acompanhamento do Ministério Público, da imprensa e da sociedade", diz a nota da secretaria, responsável pela articulação do governo com movimentos sociais.
Desde que ocuparam o canteiro de obras, eles disseram que só aceitariam conversar com um representante do governo federal e que não tinham "uma lista de pedidos ou reivindicações específicas" para fazer à Norte Energia, responsável pela instalação e operação da usina, ou ao Consórcio Construtor Belo Monte.
Em uma carta divulgada por meio do site do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), organização indigenista vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, os manifestantes cobram a regulamentaçãodo processo de consulta prévia sobre a construção de empreendimentos que afetem populações tradicionais, como os índios, ribeirinhos e quilombolas.
A reportagem da "Agência Brasil" conversou por telefone, na segunda, com Waldelírio Manhuary, liderança Munduruku, que reafirmou que seu povo não aceita sequer conversar sobre a proposta de construção de um complexo hidrelétrico no rio Tapajós.
De acordo com a secretaria, os índios recusaram dois encontros para debater o assunto. "Tal reivindicação causa estranheza. Em sua relação com o governo federal essas pretensas lideranças mundurukus têm feito propostas contraditórias e se conduzido sem a honestidade necessária a qualquer negociação [...] Em fevereiro de 2013, vieram a Brasília e recusaram-se a fazer uma reunião com o ministro Gilberto Carvalho [da Secretaria-Geral], afirmando que o governo iria usar esse encontro para dizer ter feito uma consulta prévia. No dia 25/4, essas mesmas pretensas lideranças deixaram de comparecer a uma reunião que tinham marcado com a Secretaria-Geral em Jacareacanga e publicaram nos sites de seus aliados uma versão mentirosa e distorcida sobre esse fato", diz a nota.
"Agora invadem Belo Monte e dizem que querem consulta prévia e suspensão dos estudos. Isso é impossível. A consulta prévia exige a realização anterior de estudos técnicos qualificados. Se essas autodenominadas lideranças não querem os estudos, como podem querer a consulta? Na verdade, alguns mundurukus não querem nenhum empreendimento em sua região porque estão envolvidos com o garimpo ilegal de ouro no Tapajós e afluentes. Um dos principais porta-vozes dos invasores em Belo Monte é proprietário de seis balsas de garimpo ilegal", acrescenta o texto.
Em novembro de 2012, uma operação policial para desarticular uma organização criminosa que extraía ouro ilegalmente do interior e do entorno das reservas indígenas Kayabi e Munduruku resultou na morte de um munduruku.
Construção atingirá 24 mil pessoas
O MPF solicitou um estudo sobre a construção de Belo Monte. Há um ano, a pesquisa feita pelo Instituto de Tecnologia da UFPA (Universidade Federal do Pará), mostrou que a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte vai atingir 25,4 mil pessoas --9.000 famílias a mais do que o apontando no relatório de impactos ambientais do projeto elaborado pela empresa Norte Energia--consórcio que tem 49,9% de participação da Eletrobras e 50,1% de empresas brasileiras privadas.
O aumento no número de indenizações vai subir o preço da construção de Belo Monte. Segundo o MPF, Belo Monte é a obra mais cara do Brasil, com R$ 30 bilhões de investimentos previstos. (Com Agência Brasil)
Lunae Parracho/Reuters



  Mais notícias da seção Complexo de Belo Monte no caderno Hidrelétrica de Belo Monte
24/11/2016 - Complexo de Belo Monte - Usina do Sítio Pimental é concluída no complexo de Belo Monte
A Norte Energia concluiu a montagem da Casa de Força Complementar da Usina Hidrelétrica Belo Monte. A instalação eletromecânica da quinta e da última das seis unidades geradoras situadas no Sítio Pimental marca a conclusão da menor usina do complexo em construção no Rio Xingu, no Estado do Pará. Em dezembro próximo, as duas máquinas devem iniciar a...
05/05/2016 - Complexo de Belo Monte - Belo Monte é inaugurada nesta quinta-feira
A usina já está gerando energia comercialmente desde abril e atenderá 60 milhões de pessoas em 17 estados brasileiros (Foto: Osvaldo de Lima)As primeiras unidades geradoras da Usina Hidrelétrica Belo Monte foram inauguradas nesta quinta-feira (05/04), com a presença da presidenta da República, Dilma Rousseff. As unidades entraram em operação comerc...
30/04/2016 - Complexo de Belo Monte - Sítio Pimental, em Belo Monte, inicia geração comercial de energia
A geração foi oficializada nesta quinta-feira, 28.Projeto indica que a usina irá atender 60 milhões de pessoas em 17 estados do Brasil. Geração foi oficializada nesta quinta-feira, 28. São mais de 38,8 W somados aos 611,1 MW, fornecidos pela Casa de Força Principal.A primeira unidade geradora da Casa de Força Complementar da Usina Hidrelétrica Belo...
25/11/2015 - Complexo de Belo Monte - Ibama concede licença para operação de Belo Monte
Norte Energia recebeu autorização para encher o reservatório da usina.Empreendimento deveria ter começado a funcionar em fevereiro....
30/10/2015 - Complexo de Belo Monte - Início da operação de Belo Monte é adiado pela segunda vez
Norte Energia diz que não será possível ligar 1ª turbina em novembro.Para a Aneel, início da operação deve ocorrer em fevereiro de 2016....
19/05/2015 - Complexo de Belo Monte - Manifestantes bloqueiam acessos aos canteiros de obras de Belo Monte
Agricultores bloqueiam acesso à UHE desde às 3h desta segunda-feira (18).De acordo com a PRF, cerca de 650 pessoas participam do protesto....
24/08/2014 - Complexo de Belo Monte - MPF envia informações à Aneel sobre o cronograma de Belo Monte
O Ministério Público Federal (MPF) enviou à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) um documento com informações sobre os atrasos no cronograma de obras de Belo Monte. O ofício pretende dar conhecimento a Agência de fatos que se vinculam ao pedido da concessionária e podem ser considerados para responder ao pedido feito pela Norte Energia S.A ...
14/06/2014 - Complexo de Belo Monte - Belo Monte deve atrasar geração de energia em pelo menos um ano
A geração de energia pela usina hidrelétrica de Belo Monte deve atrasar pelo menos um ano. O pedido de adiamento consta de ofício enviado em 22 de maio à Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) pela Norte Energia S.A. (Nesa)....
07/02/2014 - Complexo de Belo Monte - Eletrobras: segurança contra raios é maior em Belo Monte
A linha de transmissão leiloada nesta sexta-feira, 07, que escoará a energia da hidrelétrica Belo Monte para a região Sudeste, é mais segura contra a incidência de raios do que outras linhas existentes no Brasil, destacou nesta sexta-feira, 07, o presidente da Eletrobras, José da Costa Carvalho Neto....
07/02/2014 - Complexo de Belo Monte - Linhão de Belo Monte terá taxa retorno próxima a 10%
O presidente da Eletrobras, José da Costa Neto, indicou que a taxa de retorno do projeto conquistado nesta sexta-feira, 07, pela estatal, em consórcio com a chinesa State Grid, deve ficar em um dígito, mas perto dos 10%. "Hoje nas condições do Brasil, por ser uma economia mais estruturada, as condições financeiras, as garantias, fazem com que dific...
07/02/2014 - Complexo de Belo Monte - Vencedor de Belo Monte terá financiamento do BNDES
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) será a principal fonte de recursos do financiamento do projeto do chamado linhão de Belo Monte, estimado em aproximadamente R$ 4,5 bilhões....
16/11/2013 - Complexo de Belo Monte - Eurodeputados pressionam empresas europeias por impactos de Belo Monte
Empresas europeias envolvidas no projeto, como Andritz, Alstom e Voith, devem reconhecer sua responsabilidade e pressionar o consórcio construtor a cumprir as regras. Belo Monte foi tema de debate no Parlamento Europeu....
27/10/2013 - Complexo de Belo Monte - Justiça suspende obra de Belo Monte
As obras da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, serão paralisadas mais uma vez, depois de decisão tomada na tarde de ontem pelo desembargador Antônio Souza Prudente, do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região. Caso não atenda a determinação judicial, o consórcio Norte Energia, responsável pela construção bilionária no Rio Xingu, pagará ...
17/09/2013 - Complexo de Belo Monte - Índios bloqueiam acesso ao canteiro de obras da Usina Belo Monte
Interdição durou cinco horas e entrada ao canteiro já foi liberada.Uma reunião está agendada com representantes do governo em Brasília....
02/09/2013 - Complexo de Belo Monte - Funai pede sanção contra Norte Energia por condicionante de Belo Monte
A Fundação Nacional do Índio (Funai) enviou ofício ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) pedindo sanções à Norte Energia por se recusar a cumprir uma das condicionantes indígenas para a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. De acordo com a Funai, a recusa prejudica a os índios jurunas, do Quilômetro 17, uma das aldeias...
08/08/2013 - Complexo de Belo Monte - Escavação de Rocha da UHE Belo Monte no leito do rio Xingu é finalizada
Segundo informações do Blog Belo Monte, o Sítio Pimental cumpriu mais uma etapa importante em todo o processo da construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte: dois milhões de metros cúbicos de rocha foram escavados no leito do Rio Xingu. O trabalho, iniciado na primeira quinzena de fevereiro, foi totalmente concluído no final de julho. A notícia ...
04/06/2013 - Complexo de Belo Monte - MPF denuncia que hidrelétricas desrespeitam constituição
Índios embarcaram em dois aviões da FAB nesta terça(4) com ministro Gilberto Carvalho.(Foto: Reprodução / TV Liberal)Procuradores do PA e MT movem três ações contra Governo Federal.MPF entende que consulta deve ocorrer antes de qualquer decisão.O Ministério Público Federal do Pará denunciou nesta terça-feira (4) que diversas comunidades indígenas ...
30/05/2013 - Complexo de Belo Monte - PF: desocupação de Belo Monte não deve acontecer antes de segunda-feira
A Superintendência da Polícia Federal (PF) no Pará informou nesta quinta-feira que, mesmo que os índios que ocupam um dos canteiros da Usina Hidrelétrica de Belo Monte não deixem o local voluntariamente, dificilmente vai organizar uma operação policial de desocupação, antes da próxima segunda-feira....
30/05/2013 - Complexo de Belo Monte - Trabalhadores acusam policiais de incitar operários à violência contra indígenas
Policiais prendem trabalhador no canteiro ocupado pelos indígenas Foto: Waro MundurukuTrabalhadores alojados no canteiro de obras da usina hidrelétrica Belo Monte, ocupado por indígenas desde segunda-feira, 27, acusam policiais de incitarem operários a entrarem em confronto com indígenas. Segundo relatos, alguns trabalhadores que tentavam diálogo c...
29/05/2013 - Complexo de Belo Monte - Justiça determina reintegração de posse mas indígenas dizem que ficam
A Justiça Federal de Altamira determinou nesta terça-feira, 28, que seja realizada a reintegração de posse do canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, na região de Altamira (PA).Ocupada desde ontem por 170 indígenas que reinvindicam a suspensão de obras e estudos de hidrelétricas na Amazônia, o principal trecho da barragem está com os...
27/05/2013 - Complexo de Belo Monte - Indígenas voltam a ocupar sítio Belo Monte, em Vitória do Xingu, PA
Índios reivindicam consulta prévia dos impactos da Usina de Belo Monte.Grupo diz que só desocupa terras após negociação com o Governo Federal.Cerca de 150 indígenas de várias etnias voltaram a ocupar, na madrugada desta segunda-feira (27), o principal canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Belo Monte, em Vitória do Xingu, na região sudoeste do Par...
14/05/2013 - Complexo de Belo Monte - CICLO DE CONFERÊNCIAS "AS HIDRELÉTRICAS...
Invertem uma ordem da Natureza e do mundo social dos povos e comunidades tradicionais", no NAEA/UFPA, a partir do dia 21/05, com programação que se estenderá por todo o segundo semestre.A primeira conferência será "Direitos e Determinantes sociais da saúde em obras de hidrelétrica", com o Procurador da República DR. FELÍCIO PONTES JR.Data: 21 de m...
09/05/2013 - Complexo de Belo Monte - Índios desocupam canteiro de obras da usina Belo Monte, no Pará
Após reunião, cerca de 150 índios saíram do canteiro nesta quinta-feira, 9.Procuradoria da República e Funai participaram de negociação.Os cerca de 150 indígenas que ocupavam o principal canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Belo Monte, em Vitória do Xingu, no Pará, deixaram o local na noite desta quinta-feira (9). A retirada dos manifestantes oc...
08/05/2013 - Complexo de Belo Monte - "O governo perdeu o juízo", afirmam indígenas
Em resposta à demanda de diálogo apresentada ao governo pelos indígenas que ocupam o canteiro de obras de Belo Monte desde a última quinta feira, a Secretaria Geral da Presidência divulgou uma nota na qual desqualifica suas lideranças e afirma que não dialogará com os manifestantes. Estes, por sua vez, lançaram nesta terça, 7, uma quarta carta da...
06/05/2013 - Complexo de Belo Monte - Justiça Federal nega reintegração de posse em Belo Monte
O juiz federal Sergio Batista Guedes negou nesta sexta, 3, pedido de reintegração de posse do canteiro de Belo Monte, ocupado desde a ultima quinta por indígenas de oito etnias. Na ação de reintegração, impetrada pela Norte Energia, a empresa alegou que os indígenas seriam uma ameaça à segurança dos trabalhadores da usina e que haveria uma iminên...
02/05/2013 - Complexo de Belo Monte - ÍNDIOS OCUPAM CANTEIRO DE OBRA DE BELO MONTE
Cerca de 200 indígenas de oito povos da Amazônia, junto com ribeirinhos e pescadores, ocuparam o canteiro de obras de Belo Monte contra hidrelétricas (©Ruy Sposati/Cimi). ...
06/04/2013 - Complexo de Belo Monte - Ministério Público Federal pede paralisação de Belo Monte até que condicionantes sejam cumpridas
Brasília - O Ministério Público Federal (MPF) entrou com ação na Justiça pedindo suspensão da licença da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, que está sendo construída no Rio Xingu, nas proximidades do município de Altamira, no Pará. Na ação, o MPF cobra da empresa responsável pela obra e operação da usina, a Norte Energia, o cumprimento de diversas c...
10/03/2013 - Complexo de Belo Monte - Para fortalecer a luta contra Belo Monte, caciques kayapo recusam 4,5 milhões da Eletrobras
Lideranças de 26 comunidades mebengôkre/kayapó das terras indígenas Kayapó, Badjonkôre, Menkragnoti e Las Casas, no Pará, se reuniram nos dias 4 e 5 de março na cidade de Tucumã para discutir sobre as ofertas de recursos da Eletrobrás para o povo kayapó.A luta do povo kayapó contra Belo Monte representa historicamente um dos maiores obstáculos à co...
26/11/2012 - Complexo de Belo Monte - BNDES aprova financiamento de R$22,5 bi para Belo Monte
RIO DE JANEIRO, 26 Nov (Reuters) - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de 22,5 bilhões de reais para a construção da hidrelétrica de Belo Monte, informou a instituição nesta segunda-feira....
12/11/2012 - Complexo de Belo Monte - Consórcio suspende obras de Belo Monte após episódios de vandalismo
Alegando questão de segurança, o Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM) anunciou hoje (12) a paralisação das obras de construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu, no Pará. A empresa informou que houve vandalismo nos canteiros de trabalho no sábado (10) e ontem (11), com o registro de sete pessoas com ferimentos leves....



Capa |  Altamira  |  AMATA ASSOCIE-SE  |  Castelo de Sonhos  |  Desmatamento na Amazônia  |  ECOLOGIA  |  Educação Ambiental  |  ESPORTES  |  Hidrelétrica de Belo Monte  |  HIDRELÉTRICA DO TAPAJÓS  |  Opinião  |  Política  |  Poluição  |  SAUDE  |  Transamazônica  |  Turismo no Xingu
Busca em

  
1101 Notícias


Desmatamento na Amazônia
 

Reportagem

 

Proposta de licenciamento de Kim Kataguiri vai aumentar a destruição ambiental no país


Poluição
 

Reportagem

 

Senado aprova projeto com novo marco regulatório do saneamento


Turismo no Xingu
 

Reportagem

 

Norte Energia e Setur assinam termo de cooperação para o turismo


Altamira
 

Reportagem

 

Rebelião deixa 57 mortos em presidio em Altamira


AMATA ASSOCIE-SE
 

INSCRIÇÃO

 

CONHEÇA O ESTATUTO DA AMATA